sexta-feira, 17 de novembro de 2006 | By: Mandi

Cabeça de Homem

A falta de objetividade feminina nos relacionamentos é sempre alvo das críticas masculinas. Tudo bem, eu admito que é realmente difícil compreender nossas idas e vindas, uma vez que nós mesmas não sabemos ou entendemos qual é a nossa. Em nossa defesa, só posso usar a desculpa mais óbvia que pude pensar... Hormônios em ebulição. É tudo culpa deles.
Na TPM somos capazes de matar. Quem nunca foi vítima de uma mulher com TPM, que atire a primeira pedra. Nós perdemos o controle e nem percebemos.
Mas, e os homens, qual a defesa deles?
É muito fácil para eles nos tratar como um iô-iô. Hoje eu estou afim, amanhã não estou. Pior é que eles acreditam que a gente está à disposição. Quantas amigas já não passaram por isso, quantas histórias desse tipo eu já não ouvi ou vivi? Não é fácil.
Eu entendo que todos nós temos nossos momentos de indecisão. E até entendo o lado masculino da coisa. Outro dia eu estava conversando com um amigo, que namora há algum tempo. Ele não é o maior exemplo de fidelidade, mas acredita que a namorada é a mulher certa para ele se casar, ter filhos, diz que a família dele gosta dela, etc. Mas ele sempre escorrega quando eu pergunto: "E você, o que sente?" A resposta geralmente é "Ah, eu gosto dela, também". "Gosta ou ama, é apaixonado, sente tesão?" Ele muda de assunto.
Sinceramente, não vale a pena ficar com alguém só porque você acha que ela (ou ele) vai ser boa mãe/esposa, pai/marido. Ninguém tem bola de cristal, as coisas mudam o tempo inteiro.
A indecisão do meu amigo um dia vai terminar, eu espero. E eu sempre peço a ele que se decida logo, porque quanto mais tempo para se definir, mais o tempo da namorada ele estará gastando. Tempo que ela vai precisar para ficar triste, para superar o fim do relacionamento, para resolver sair de novo, se arriscar a encontrar alguém. Todo mundo precisa de tempo para fechar feridas.
Enfim.
Todos nós temos o direito de ser indecisos. Mas, a partir do momento em que outras pessoas podem se magoar com isso, então temos ao menos que tentar ser responsáveis.
Eu voto pelo fim da tortura emocional.

3 observações:

desiree disse...

hahahaha...de forma diferente, mas estamos discutindo o mesmo assunto! e espero que seu amigo saque que há coisa mais divertida esperando por ele! ou será medo de ficar sozinho? rs

Luiz disse...

Ah, e vc acha q homens tb não são complicados? Claro q sim. Afinal, a complicação é algo inato do ser humano. E, neste caso, a demonstração dos sentimentos é, sem dúvida o q mais pega. Talvez, pela nossa sociedade machista. Talvez, por uma característica da "espécie". Ah, sei lá... É muito complicado... rs

laurene disse...

me diz quero ligar mas estou com medo o que faço? me chamo laurene e tenho 21 anos e preciso entender o pq que sinto tanto medo de ligar pra ele!!