terça-feira, 10 de fevereiro de 2009 | By: Mandi

Retornos

Há tempos não passo por aqui. Eu sei, tem faltado uma certa constância. Mas eu sempre volto, não importa o tempo ou a distância. Hoje eu retorno aqui para contar que o meu próximo retorno será às salas de aula. Em março inicio uma nova pós-graduação, um curso que eu sonhava há muito tempo.
Confesso que eu relutei muito na decisão de fazê-lo. Foram vários os fatores, mas em uma lista de prós e contras, venceram os prós.
Primeiro foi a questão da grana. A mensalidade vai comer uma boa parte do meu salário, assim como os gastos com transporte e alimentação, sem contar os livros. Uma grana que eu estava guardando para o projeto casa-própria. Mas daí eu me dei conta de que, quando o projeto casa-própria se concretizar, daí é que eu não vou mesmo ter dinheiro para fazer este curso, pois terei inevitáveis contas para pagar. Venceu o curso, que será acompanhado de uma boa apertada de cintos nos gastos. Sempre tem um ou outro supérfluo que dá para ser eliminado.
Depois veio o quesito tempo/cansaço. Estou há quase três anos sem férias e tenho reclamado constantemente de cansaço. O curso, três vezes por semana, em Sampa, me obrigará a acordar ainda mais cedo do que eu já acordo (todo dia às 6 horas), fará com que eu tenha de arrumar outros horários para ir à academia, e fará com que eu chegue correndo ao trabalho, provavelmente tendo que ficar até um pouco mais tarde para evitar atrasos. De boa, eu consigo isso. Ainda mais porque as minhas férias já estão marcadas e eu em breve estarei recarregando minhas baterias. E, mais do que isso, estarei fazendo algo que eu amo.
Eu poderia passar horas e horas encontrando razões para insistir ou desistir deste curso. Até o momento em que meu namorado me disse o seguinte: você já decidiu que vai fazer o curso. É perda de tempo pesar os prós e os contras, porque a decisão já foi feita no momento em que você se propôs a buscar argumentos para convencer os outros, não você.
Foi então que eu percebi que é assim em todas as decisões que tomamos na vida.
A gente sempre tem a decisão tomada muitos antes de considerar os prós e os contras.