quarta-feira, 15 de novembro de 2006 | By: Jujuba

Banheiro Feminino

Todo homem tem uma curiosidade em comum: o que as mulheres fazem no banheiro feminino e por que elas vão sempre juntas.
Ontem me ocorreu uma coisa muito engraçada. Estava eu na balada, tomando a velha e boa Bohemia quando resolvi enfrentar a fila do banheiro.
Cheguei lá com meu mau humor típico, encostei na parede e fiquei observando atenciosamente a mulher picotar o papel higiênico e entregá-los a cada uma das gurias que entravam nas cabines.
Numa fração de segundo, duas meninas que estavam atrás de mim, encarando uma vodka irada, já chapadas da vida, começam a dançar uma música do Doors. E uma delas pergunta pra mim: "Será que vai demorar?"
Me senti como uma atendente do INSS, tendo que responder quanto tempo de espera o usuário tinha que enfrentar. Com a diferença de que eu não tinha essa resposta e eu era usuária também.
Pensei em lançar uma resposta curta e grossa, mas respirei fundo, entrei no clima da música, sorri e respondi: "Não sei, também tô esperando". Foi o suficiente para que a menina simpática desenvolvesse uma teoria do quanto a gente tinha que beber vodka antes de beber cerveja. Pra evitar ir ao banheiro a todo o momento.
Resultado: a fila demorou, eu acabei dividindo o copo de vodka com as amigas do banheiro, que naquele momento já estavam beeeem loucas. Depois de sair da cabine, pensei que aquele foi o meu primeiro ato sociável em uma balada. Que às vezes vale a pena a gente ser simpático com os outros.

Enfim, amizades de banheiro à parte, voltemos ao que as mulheres fazem. Eu confesso que é bem estressante entrar num banheiro feminino.
As mais vaidosas disputam a tapa um pedacinho no espelho, pra ver o cabelo, a roupa, a maquiagem... as outras ficam fofocando na fila, outras aproveitam para fumar e algumas estão falando no celular, numa tentativa de ouvir alguma coisa que a pessoa do outro lado da linha diz.
Geralmente as mulheres vão em grupo porque: precisam fofocar, sobre alguém que encontraram na balada, sobre o cara que estão cogitando pegar, sobre o quanto estão passando mal e vão vomitar.
Depois, as portas nunca fecham e é sempre seguro ter uma amiga do lado de fora impedindo que vc seja vista por outras mulheres. (Vai saber quantas 'entendidas' podem estar de olho em vc).

Enfim, o banheiro feminino é um universo. As tiazinhas que ficam por lá se divertem, tenho certeza.

2 observações:

Mandi Moraes disse...

Juuuuuuba
Muito bom... tô gargalhando aqui. Primeiro, em choque pela sua socialização na balada. Depois, por conta da idéia de que as tiazinhas devem se divertir horrores. Aliás, apesar do trabalho delas ser ingrato, realmente, valia fazer uma matéria com elas só para saber o que passa pela cabeça delas. Devem ser observadoras e tanto de momentos conturbados de fraqueza e vaidade femininas.
Love ya

Desiree disse...

hahahahhaa... muito bom! eu sempre gosto de banheiros femininos porque rendem boas conversas e temas para o meu blog!