quarta-feira, 11 de abril de 2007 | By: Mandi

Dez coisas que você não precisa saber sobre mim

Outro dia recebi de uma amiga um e-mail que dizia, no assunto, “Dez coisas que eu gostaria que você soubesse sobre mim”. Apesar de isso me cheirar a corrente, resolvi ler. A idéia é passar para dez amigos, inclusive para aquele que te enviou, uma lista com as dez coisas que você gostaria que ele soubesse sobre você.
Eu não gosto de correntes, então mandei uma resposta para a amiga explicando que não iria dar continuidade ao tal e-mail. Ela, por sua vez, me respondeu que eu estava sendo radical, porque tinha medo de me expor. E aí lançou o desafio: escrever um post para o blog revelando dez coisas sobre mim. Mesmo tendo certeza de que este post não despertará o interesse em ninguém, aí vai.

1. Adoro artigos de papelaria. Tenho um monte de lápis, canetas, lapiseiras, blocos de papel, cadernos... E continuo comprando. Um dos presentes mais legais que já ganhei foi da minha cunhada, que fez um buquê de lápis para mim em um aniversário.

2. Sim, os rumores são verdadeiros. Eu reclamo das bandas na balada, critico o repertório e xingo quando percebo que eles estão enrolando a letra. Fico inconformada quando eles escolhem a música mais óbvia de determinada banda, e não a mais legal.

3. Eu sou apaixonada por literatura, música e cinema, desde os filmes mais cults até os mais trashes. “Casablanca” é fantástico, mas nada se compara às “Loucas Aventuras de Rabi Jacob”. O mesmo serve para música. Ouço de Billie Holiday a Erasure. Na minha playlist, axé, pagode, sertanejo e bate-estaca estão vetados. E os livros... ai, ai...

4. Sou sonâmbula. Pelo menos costumava ser. Hoje eu já não sei se sou, pois quando acontece, eu estou dormindo...

5. Quando eu era criança, tinha medo de morrer de falta de ar, por causa das minhas crises de asma. Eu ainda penso muito nisso.

6. Eu nutro uma paixão secreta por dicionários. Tenho vários. Um Aurélio grandão, um antigo de sinônimos e antônimos, um mini-Luft que ganhei na quinta série, um American Heritage, um inglês-português mini-Collins e um Dictionary for Students, um português-espanhol, português-francês... e agora vou comprar um português-alemão... E o pior de tudo, eu uso todos eles. E também uso aqueles online, tipo o Houaiss...

7. Eu detesto falar ao telefone. A não ser que seja com uma pessoa que eu goste muito e por um curto período.

8. Eu não choro na frente dos outros. Aliás, eu dificilmente choro. Foi o jeito que minha avó me educou. Mas, recentemente, me lembrei que choro em casamentos.

9. Eu tenho um limiar altíssimo para dor. Poucas coisas me machucam. E as que machucam, eu finjo que não machucam.

10. Desde que eu saí da adolescência, nunca mais escrevi poesias. Mas guardei todas. Elas são o retrato em palavras de cada momento que vivi.

Diálogo via MSN, pré-postagem:
Mandi diz:
fala uma coisa que vc acha que os outros precisam saber sobre mim...
Mila diz:
Que isso eh soh carcaça, pois o coração é mole
Mandi diz:
isso ninguém precisa saber
Mila diz:
fala uma coisa q as pessoas precisam saber sobre mim
Mandi diz:
ah, uma coisa que as pessoas precisam saber sobre vc é que vc é a mulher mais bicha que eu já conheci. Se voce tivesse nascido homem, certamente seria uma bichona...rs

4 observações:

Lacônico disse...

Carcacinha transparente essa sua.

Mandi Moraes disse...

Transparente? Talvez somente aos olhares mais atentos, já que cada um vê o que quer ver. Há, ainda, os heróis com visão raio-x, aqueles que andam disfarçados de Clark Kent e são capazes de enxergar além.
É tudo uma questão de ponto de vista.

Gabriela disse...

Amandita querida,
O seu blog, com os seus comentários hilários e felizes, é a sua cara... Bom saber que posso matar um pouquinho a saudade da nossa amizade por aqui... hehehe
Bjao!

Jujuba disse...

tem outra coisa:

Você gosta dessas coisas de listar as coisas. Em tópicos. Números. E afins.