sexta-feira, 15 de julho de 2011 | By: Mandi

Dia do Homem



Já vou dizendo, logo de cara: sou contra. Sou contra o dia do homem tanto quanto sou contra o dia da mulher. E vou logo explicando: estas datas são tão exploradas pela mídia e pelo comércio que perderam a razão de ser. Então, eu pergunto: você sabe por que 15 de julho é dia do homem? Eu não sabia, então fui atrás para tentar descobrir. Achei no site d'O Boticário.

Segundo o texto, a data foi sugerida/criada pelo ex-presidente da antiga União Soviética, Mikhail Gorbachev, com o apoio da Organização das Nações Unidas. A meta real deste dia é muito digna: conscientizar os homens sobre como é importante que eles se cuidem, principalmente em termos de saúde. 

Segundo o Ministério da Saúde, do total de mortes na faixa etária entre os 20 e 59 anos, 68% são homens. Já de acordo com o IBGE, a expectativa de vida do brasileiro é de 68,9 anos - 7,6 anos a menos do que da brasileira. Por quê? Porque o homem não se cuida, não vai ao médico... Alguém aí já viu um homem doente e se perguntou onde estaria o tal sexo forte?

E o exame de próstata, então? O Instituto Nacional do Câncer indica que o câncer de próstata é a segunda causa de morte por câncer entre os homens no Brasil (o primeiro é o de pulmão), com cerca de   52 mil novos casos por ano. Isso é o que foi diagnosticado, já que muitos homens evitam o exame de toque retal por pura ignorância e machismo. 

Agora eu pergunto: será que eles acham que a gente gosta de ir ao ginecologista? Se pensam que sim, já vou dizendo: não. Só que a gente tem de ir a vida inteira, enquanto eles só precisam fazer o exame de próstata depois dos 50 anos.

Todo dia 8 de março, os homens reclamam da injustiça de existir um dia da mulher, mas não do homem. Bem, existe um dia do homem há mais de 10 anos. Daí, os homens reclamam que é injusto haver um dia do homem porque, assim como no dia dos pais, são eles que pagam a conta (eu juro que vi esse comentário no Facebook). Me contive para não perguntar se a mulher dele não trabalha, porque, afinal, a maioria de nós trabalha e paga suas próprias contas. 

Ou seja: eles sempre vão reclamar. Não todos, mas muitos. Pior: ainda se acham os principais provedores da família, por mais que as mulheres trabalhem, seja nas tarefas domésticas, que são importantes para manter uma casa funcionando, seja no mercado profissional, onde a maioria ainda tem salários menores que dos homens, desempenhando as mesmas funções, muitos homens ainda não se tocaram de que o mundo mudou.

Sou contra qualquer tipo de vitimização, seja masculina ou feminina. Vitimização é coisa de pessoas fracas, independentemente do gênero.

Ainda bem que há homens que não compactuam com este tipo de ignorância. Homens, não moleques. A eles, sim: feliz dia do homem.

3 observações:

Dia do Homem disse...

poow mas pra que vocês querem ganhar mais que nós ?? nas festas vocês sempre pagam amis barato! Um viva a nós homens!

ACID disse...

FELIZ DIA DOS HOMENS BARANGA HAHAHA

Mandi disse...

Dia do Homem: mulheres só pagam menos em festas para que os homens tenham mais opção de quem vão "pegar". Para nós, mulheres, não há vantagem alguma nisso, garanto a você.

Acid: não sei se você é homem ou mulher, só sei que é covarde, porque não consegue assumir um simples comentário. Baranga? Eu até poderia ser, mas o que realmente importa é que tenho caráter e inteligência de sobra. Não posso dizer o mesmo de você. Feliz dia do homem.